Principal
 
Contato
 
Câmara Municipal
 
Conheça Pitanga
 
Mural de Recados

Dia e Horário das Sessões

Terças-Feiras às 19:00 Horas.

Horário de Atendimento ao Público

Segunda a Sexta: das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h

 
Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba o boletim de notícias da assessoria de comunicação.
Descadastrar
 
Turismo

Caminho de Peabiru: uma fantástica viagem pela história de 4 países

Tema:Ecoturismo
Autor: Livia Rezende/360 Graus
Data: 15/5/2011


A história do Caminho de Peabiru, cujo significado mais conhecido é Caminho de Grama Amassada, é uma rota muito antiga usada para ligar o Oceano Atlântico ao Pacífico, passando por quatro países: Brasil (em Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul), Bolívia, Peru e Paraguai. Mais precisamente, este caminho liga a cidade de Cusco, no Peru, à antiga Capitania de São Vicente (São Paulo). E continua descendo até Palhoça no litoral catarinense. Segundo estudiosos, é o único caminho que liga os dois oceanos de ponta a ponta, não existindo ainda o caminho por ferrovias ou rodovias. O percurso total tem cerca de 5 mil quilômetros de extensão. 

A teoria mais aceita para a construção desse caminho é a de expansão da civilização Inca em direção ao Atlântico. Esta teoria se baseia nos vários vestígios da cultura Inca, que encontramos ao longo do seu caminho. Mais tarde, na época da colonização, esse caminho foi usado para transportar pedras preciosas. 

Hoje, vários projetos estão em desenvolvimento, na tentativa de mostrar a existência deste caminho e resgatar a importância que ele teve ao longo de nossa historia. Estão tentando mapear o trajeto do caminho com a ajuda de alguns livros de história e de alguns índios da região. Apesar de sua vasta extensão, e de varias trilhas que se ramificam, já conseguimos percorrer alguns trechos deste caminho, sendo que um deles corta o rio Paranapanema.

Atrativos

Pequenas cidades como Guaruva, SC, tem parte do seu turismo baseado no Caminho de Peabiru, junto com muitas outras cidades se beneficiam com o turismo que o caminho traz, criando novos empregos e aumentando a geração de renda.

Nos vários quilômetros do trajeto as paisagens sempre nos surpreendem. Encontramos animais em extinção, historias de antepassados, e belezas naturais. Pode ser visto também o Castelo dos Bugres, na região de Joinville, situado a 1010 metros acima do nível do mar. Este castelo de pedras é apenas a teoria de alguns pesquisadores para o itinerário do Caminho do Peabiru. O caminho oficial passa pelo município de Pitanga, PR, onde se encontram mais de 40 cachoeiras, além de muitos rios, vales e sítios arqueológicos na região.
  

E ao fim de todo o Caminho de Peabiru, quando chegamos a Cusco (Peru) deparamos com vários pontos turísticos, tendo como um dos mais procurados e famoso - a cordilheira dos Andes e a antiga civilização Inca, situada no Complexo Arqueológico de Sacsayhuamán. O Complexo teve uma importante função militar e religiosa, com seus enormes muros de pedras de até cinco metros de altura e 300 toneladas, entre milhares de outros monumentos.

Dicas

Para aqueles que desejam fazer a trilha esta será uma grande oportunidade de conhecer um novo caminho cheio de história, riquezas naturais, e vai mais além - a busca do auto-conhecimento e oportunidades esotéricas.

Para conhecer melhor, o projeto do Caminho do Peabiru consite num inovador roteiro histórico-cultural, abrangendo os segmentos de turismo, arqueologia, ecologia, religião e esoterismo, e assentado principalmente sobre a modalidade de peregrinação. Uma espécie de Caminho de Santiago de Compostela. Saiba mais em www.caminhodopeabiru.com.br

É importante lembrar que para fazer a Trilha do Peabiru é obrigatória a presença de um guia local.

Confira também nossas dicas de conduta em trilhas!

CÂMARA MUNICIPAL DE PITANGA

Rua Visconde de Guarapuava, 311 - Centro - CEP: 85200-000 / Pitanga - PR


Data da Ultima Atualização: domingo, 24 de setembro de 2017

 (42) 3646-3443

camara@camarapitanga.pr.gov.br

Desenvolvido por Júlio Cesar Teixeira